Edição: 24.1 - 15 Artigo(s)

Voltar ao Sumário

Artigo Original | Artigo na íntegra em inglês

AORTIC POST-RESISTANCE EXERCISE HYPOTENSION IN PATIENTS WITH PERIPHERAL ARTERY DISEASE

HIPOTENSÃO AÓRTICA DEPOIS DE UMA SESSÃO DE EXERCÍCIO DE FORÇA EM PACIENTES COM DOENÇA ARTERIAL PERIFÉRICA

HIPOTENSIÓN AÓRTICA DESPUÉS DE UNA SESSION DE ENTRENAMIENTO DE RESISTENCIA EN PACIENTES CON ENFERMEDAD ARTERIAL PERIFÉRICA

Marilia de Almeida Correia, Aluísio Andrade-Lima, Antônio Henrique Germano-Soares, Gabriel Grizzo Cucato, Eduardo Caldas Costa, Raphael Mendes Ritti-Dias

1. Universidade de Pernambuco, Programa de Associado de Pósgraduação em Educação Física, UPE/UFPB, Recife, PE, Brazil. 2. Universidade de São Paulo, Escola de Educação Física e Esporte, São Paulo, SP, Brazil. 3. Instituto de Educação e Pesquisa de Israel Albert Einstein, Hospital Albert Einstein, São Paulo, SP, Brazil. 4. Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Departamento de Educação Física, Natal, RN, Brazil. 5. Universidade Nove de Julho, Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação, São Paulo, SP, Brazil.

Rua Vergueiro, 235/249, 2º Subsolo, Liberdade, São Paulo, SP, Brazil. 01504-001. raphaelritti@gmail.com

Recebido em 13/04/2016
Aceito em 07/07/2017

Resumo

Introduction: A single session of resistance training decreases brachial blood pressure (BP) in patients with peripheral artery disease (PAD). However, it is not known whether similar responses occur in aortic BP, which is a better predictor of cardiovascular risk. Objective: This study aimed to analyze the effects of a single session of resistance training on aortic BP in PAD patients. Methods: This randomized, crossover, controlled trial involved 16 patients. All of them performed a session of resistance training (R - 3 x 10 reps in eight exercises, 5-7 on the OMNI Scale) and a control session (C - resting for 50 min). Before and after each session, aortic BP was assessed by applanation tonometry technique. Results: There was an increase in systolic (P<0.002) and mean (P<0.001) aortic BP in both sessions; however, higher increases were observed in C session (P<0.001). Additionally, diastolic aortic BP only increased after C session (P=0.004). The hypotensive effect of the exercise on systolic, diastolic, and mean aortic BP were -12±2, -6±2, and -7±2 mmHg, respectively. Conclusion: A single session of resistance training promoted a hypotensive effect on aortic BP of patients with PAD, indicating an acute reduction in cardiovascular risk in this population. Level of Evidence I; Therapeutic studies - Investigating the results of treatment.

Palavras-chave: Intermittent claudication; Exercise; Resistance training; Cardiovascular system; Blood pressure.

Abstract

Introdução: Uma única sessão de treinamento de resistência reduz a pressão arterial (PA) braquial em pacientes com doença arterial periférica (DAP). No entanto, não se sabe se respostas semelhantes ocorrem na PA aórtica, que é considerada um melhor preditor de eventos cardiovasculares. Objetivo: Este estudo visou analisar os efeitos de uma sessão de treinamento de resistência sobre a PA aórtica de pacientes com DAP. Métodos: Este estudo randomizado, cruzado e controlado envolveu 16 pacientes. Todos realizaram uma sessão experimental de treinamento de resistência: sessão força (SF - três séries de 10 repetições em oito exercícios, intensidade de cinco a sete na escala de OMNI-Res) e uma sessão controle (SC -repouso por 50 minutos). Antes e depois de cada sessão, a PA aórtica foi avaliada pela técnica de tonometria de aplanação. Resultados: Houve um aumento na PA aórtica sistólica (P < 0,002) e média (P < 0,001) nas duas sessões, entretanto, aumentos maiores foram observados na SC (P < 0,001). Além disso, a PA aórtica diastólica só aumentou após a SC (P = 0,004). O efeito hipotensor do exercício sobre a PA aórtica sistólica, diastólica e média foi de -12 ± 2, -6 ± 2, e -7 ± 2 mmHg, respectivamente. Conclusão: Uma única sessão de treinamento de resistência promoveu efeito hipotensor na PA aórtica de pacientes com DAP, indicando uma redução aguda do risco cardiovascular nessa população. Nível de Evidência Nível I; Estudos terapêuticos - Investigação dos resultados do tratamento.

Keywords: Claudicação intermitente; Exercício; Treinamento de resistência; Sistema cardiovascular; Pressão sanguínea.

Resumen

Introducción: Una sola sesión de entrenamiento de resistencia reduce la presión arterial (PA) braquial de pacientes con enfermedad arterial periférica (EAP). Sin embargo, no se sabe si respuestas similares ocurren en la PA aórtica, que es considerada un mejor predictor de eventos cardiovasculares. Objetivo: Este estudio tuvo como objetivo analizar los efectos de una sesión de entrenamiento de resistencia sobre la PA aórtica de pacientes con EAP. Métodos: Se trata de un estudio aleatorizado, cruzado y controlado que involucró a 16 pacientes Todos realizaron una sesión experimental de entrenamiento de resistencia: sesión de fuerza (SF - tres series de 10 repeticiones en ocho ejercicios, intensidad de cinco a siete en la escala de OMNI-Res) y una sesión de control (SC - reposo por 50 minutos). Antes y después de cada sesión, la PA aórtica fue evaluada por la técnica de tonometría de aplanación. Resultados: Hubo un aumento en la PA aórtica sistólica (P < 0,002) y media (P < 0,001) en las dos sesiones, sin embargo, se observaron aumentos mayores en la SC (P < 0,001). Además, la PA aórtica diastólica sólo aumentó después de la SC (P = 0,004). El efecto hipotensor del ejercicio sobre la PA aórtica sistólica, diastólica y media fue de -12 ± 2, -6 ± 2 y -7 ± 2 mmHg, respectivamente. Conclusión: Una sola sesión de entrenamiento de resistencia promovió efecto hipotensor en la PA aórtica de pacientes con EAP, indicando una reducción aguda del riesgo cardiovascular en esa población. Nivel de Evidencia I; Estudios terapéuticos - Investigación de los resultados del tratamento.

Palabras-clave: Claudicación intermitente; Ejercicio; Entrenamiento de resistencia; Sistema cardiovascular; Presión sanguínea.

 

(+55 11) 5087-9502
Rua Machado Bittencourt, 190 – 4º andar
Vila Mariana – São Paulo/SP - CEP: 04044000
atharbme@uol.com.br