Edição: 25.5 - 14 Artigo(s)

Voltar ao Sumário

Artigo Original | Artigo na íntegra em português

CARACTERIZAÇÃO PSICOSOCIAL DA CRIANÇA ASMÁTICA EM RELAÇÃO À ATIVIDADE FÍSICA

PSYCHOSOCIAL CHARACTERISTICS IN CHILDREN WITH ASTHMA REGARDING PHYSICAL ACTIVITY

Pedro Ángel Latorre Román, Ana Vanesa Navarro Martínez, Jesús Salas Sánchez, Felipe García Pinillos, Julio Ángel Herrador Sánchez

1. Universidad de Jaén, Departamento de Didáctica de la Expresión Musical, Plástica y Corporal, Jaén, Espanha. 2. Universidad Autónoma de Chile, Chile. 3. Universidad de La Frontera, Department of Physical Education, Sports and Recreation, Temuco, Chile. 4. Universidad Pablo de Olavide, Sevilla, Espanha.

Jesús Salas Sánchez. Plaza de la Coronación, 4, C.P. 23480. Quesada (Jaén). jesussalas644@gmail.com

Recebido em 08/01/2018
Aceito em 05/04/2019

Resumo

Introdução: As crianças mais ativas gostam de esportes, confiam em sua capacidade de realizar atividades físicas, sentem-se competentes e percebem menos barreiras à atividade física. Objetivo: Caracterizar psicossocialmente a relação da criança asmática com prática prazerosa de atividade física, autoconceito físico, saúde e qualidade de vida percebida. Método: Participaram 80 crianças asmáticas (idade = 11,33 ± 1,10 anos, com índice de massa corporal - IMC = 20,52 ± 3.83 kg/m2), e 80 crianças saudáveis (idade = 11,18 ± 1, 00 anos, IMC = 20,81 ± 4,24 kg/m2). Utilizaram-se a Physical Activity Enjoyment Scale (PACES), o Physical Activity Questionnaire for Children (PAQ-C), o Questionário de Autoconceito Físico (CAF) e o Paediatric Asthma Quality of Life Questionnaire (PAQLQ). Resultados: Com relação ao PACES, as crianças saudáveis apresentaram melhor nível de atividade física geral. No CAF, encontraram-se diferenças significativas na habilidade, condição física e autoconceito geral, sendo estes maiores nas crianças saudáveis. Houve correlação significativa entre PAC-C e habilidade, autoconceito físico geral, PACES e PAQLQ total em crianças asmáticas. Conclusão: As crianças asmáticas apresentam níveis de atividade física, autoconceito físico e prazer na prática da atividade física inferiores em relação às saudáveis. Nível de evidência II; Estudo retrospectivo.

Palavras-chave: Atividade motora; Prazer;Criança; Asma.

Abstract

Introduction: Children who are more active enjoy sports, have confidence in their ability to engage in physical activity, feel competent and perceive fewer barriers to physical activity. Objective: Psychosocially characterize the asthmatic child's relationship with enjoyable physical activity, physical self-concept, health and perceived quality of life. Method: Eighty asthmatic children (age = 11.33 ± 1.10 years, body mass index [BMI] = 20.52 ± 3.83 kg/m2) and 80 healthy children (age = 11.18 ± 1.00 years, BMI = 20.81 ± 4.24 kg/m2) participated in the study. The Physical Activity Enjoyment Scale (PACES), Physical Activity Questionnaire for Children (PAQ-C), the Physical Self-concept Questionnaire (CAF) and the Pediatric Asthma Quality of Life Questionnaire (PAQLQ) were used. Results: In the PACES questionnaire, healthy children had a better level of general physical activity while in the CAF questionnaire, significant differences were found in ability, physical fitness and general self-concept, which were higher in healthy children. There is a significant correlation between the PAQ-C and ability, general physical self-concept, PACES and total PAQLQ in asthmatic children. Conclusion: Asthmatic children had lower levels of physical activity, physical self-concept and enjoyment in physical activity than healthy children. Level of evidence II; Retrospective study.

Keywords: Motor activity; Pleasure; Child; Asthma.

 

(+55 11) 5087-9502
Rua Machado Bittencourt, 190 – 4º andar
Vila Mariana – São Paulo/SP - CEP: 04044000
atharbme@uol.com.br